1 de abril de 2008

Regras da Liga

Geral:

Liga de Fantasy Basketball em formato "keeper", em que os times não acabam ao final de uma temporada, ao invés disso o elenco permanece o mesmo por anos a fio, podendo ser alterado apenas por dispensas, trocas, draft e com contratações de Free Agents.

Serão 24 times, divididos em 2 conferências de 12 times e em 4 divisões de 6 times cada.

Ao fim da temporada regular, os 16 times mais bem classificados, sendo 8 de cada conferência, irão para os playoffs.

Elenco:

O elenco deve ter no máximo 15 e no mínimo 12 jogadores. Além disso, deve respeitar o teto salarial da liga que será definido sempre alguns meses antes do início da temporada.

Os elencos devem ter pelo menos dois jogadores de cada posição (PG, SG, SF, PF e C)

PG - Armador Principal
SG - Segundo Armador
SF - Ala Pequeno
PF - Ala de Força
C - Pivô

As posiçoes de calouros, serão estabelicidas via www.nbadraft.net; tanto calouros quanto veteranos podem ter a posiçao alterada, num periodo especifico de pré temporada, via votaçao

As regras de elenco não precisam ser respeitadas entre uma temporada e outra, ou seja, durante a chamada "offseason" os times podem ultrapassar limites de salário e quantidade de jogadores , tendo apenas que voltar ao normal (via dispensas e trocas) até uma data limite estabelecida pouco antes da nova temporada começar.

EMENTA 1: Qualquer jogador seu, seja ele com salarios ou somente um calour com direitos, que nao veio para a NBA, conta para regras de limite minimo e maximo do elenco, assim como de 2 jogadores por posiçao.


Salários:

O teto salarial está fixo em $69.000.000. Todos os times devem ficar dentro deste limite durante a temporada.

Se um jogador for dispensado pelo seu time da Liga de Fantasy o time pagará uma multa, que varia de acordo com o salário do jogador.

Se um time não respeitar o limite de salário, ele receberá um aviso da Liga. Se não respeitar a regra mesmo depois do aviso, a própria Liga irá escolher que jogador do time será dispensado para que o time fique dentro das regras.

EMENTA 1: Situaçoes especiais:
- Jogadores Draftados que não venham pra NBA: Time detem seus direitos e conta no espaço do elenco; Quando jogador vier pra NBA, jogador recebe os 4 anos de salario, segundo o Rookie Scale disponivel
- Jogador pego em leilão SEM ESTAR NA NBA: Conta normalmente para o cap, assim como para multas em caso de dispensa. Ele foi selecionado sabendo-se que estava fora da liga e/ou sem time, e quem selecionou-o sabia do risco de nao jogar.
- Jogador que saí da NBA DURANTE contrato: Salario do jogador passa a nao contar para Salary Cap, enquanto ele estiver fora, porem a duraçao do contrato nao é alterada! Se ele passar duas temporadas e tiver somente 2 anos de contrato, ele vira FA restrito. Também conta no espaço do elenco.

Contusões:
Se um jogador se machucar e for listado como "out for season" no site da NBA, ou seja, fora até o fim da temporada, apenas 20% de seu salário irá contar na folha de salário da equipe e o time ganhará mais um espaço no elenco para assinar um novo jogador.

Se o jogador apenas estiver machucado, ficar fora por uma semana ou um mês, por exemplo, o time continua pagando seu salário normalmente mas ganha um espaço no elenco para assinar um substituto. Para isso, porém, o time precisa mandar um e-mail para a administração da Liga pedindo para que seu jogador seja colocado na lista de contundidos. A liga irá verificar se o jogador está realmente machucado e então, depois, irá liberar o time para assinar um outro jogador, via leilão semanal.

Quando o jogador voltar à ativa, será ativado e o time terá que fazer os ajustes necessários para entrar dentro dos limites de elenco e salário.

Ementa 1: Caso um jogador tenha uma lesão grave, com previsão de retorno ''Somente para os playoffs'' (periodo que já acabou a liga), o time pode pedir "Out of season", será avaliado, e em caso de aceite, o jogador nao pode ser utilizado mesmo que volte a ativa em tempo habil.


Trocas:

As trocas estão abertas em toda offseason, com exceção do período onde acontecem os leilões de Free Agents. Durante a temporada as trocas estão liberadas até final da semana 15. Depois disso os times são os mesmos até o fim da temporada.

As trocas podem envolver escolhas de draft e quantos jogadores cada time quiser. Também podem envolver mais de dois times. Mas as escolhas devem respeitar as regras de Elenco e Salário se forem realizadas dentro do período da temporada.

Para que o draft não vire monopólio de alguns times, uma equipe não pode passar três anos sem fazer uma escolha de primeira rodada. Então ela pode trocar suas escolhas mas não pode passar 3 anos sem fazer uma escolha de primeira rodada, seja essa escolha sua ou uma herdada de outro time em uma troca.

Ementa: Jogadores são proibidos de voltar ao time de onde foram trocados por um período de 1 ano. Se você trocou um jogador só poderá tê-lo de volta no seu elenco depois de um ano, isso para evitar uma onda de empréstimos que estava começando. Se o jogador for dispensado, porém, continua a mesma regra anterior de 5 semanas de jogo. Caso o jogador trocado, participe do leilão de free agents da pré temporada, a regra de 1 ano também passa a não valer para trocas após a FA da pré temporada, porém o GM que trocou o jogador a menos de um ano não pode dar um lance no mesmo durante a FA.

Draft geral:

Será realizado antes da temporada inicial da liga um draft de 12 rodadas, de ordem sorteada e depois espelhada, que definirá os 12 primeiros jogadores de cada time. Não há restrição de trocas, salários ou posição de jogadores para esse draft. Poderá ser draftado qualquer jogador disponível no site www.realgm.com/players, que contém todos os que jogam na NBA, os que jogaram nos últimos anos ou que já participaram de um draft da NBA. Um jogador já participou de um draft da NBA mas não está listado no site poderá ser adicionado ao draft com autorização da direção da liga.

Draft de novatos:

Haverá depois, sempre em agosto, um draft de novatos, a ser realizado anualmente. O draft da temporada inicial terá a ordem definida logo após o draft inicial de 12 rodadas. Será feita uma média de eficiência de todos os times, baseados nos números da última temporada, e o time com a pior eficiência terá a primeira escolha. O melhor terá a 24ª.

Para o draft de novatos, podem ser escolhidos todos os jogadores inscritos no draft do mesmo ano na NBA real.

A média de eficiência não levará em conta coisas como porcentagem de arremessos ou de lances livres, apenas contará as categorias da liga.

A ordem do draft dos outros anos será feito junto ao sorteio real da NBA. O time com pior recorde da liga de Fantasy será representado pelo pior time real da NBA, o segundo pior da liga de Fantasy pelo segundo pior da NBA, e assim sucessivamente com todos os times da liga de fantasy que não foram para os playoffs.
Então, no dia do sorteio da ordem do draft real da NBA, saberemos também a ordem do draft da Liga Bola Presa de Fantasy.

Usando como exemplo o Draft 2008: o time que teve a pior temporada do Fantasy seria representado pelo Miami, o segundo pior pelo Timberwolves e assim até o oitavo pior time, já que apenas oito times não vão para os playoffs na Liga Bola Presa. Com isso, ninguém seria representado pelo Chicago Bulls, que foi o nono pior time da NBA, logo, pularíamos essa escolha e a primeira escolha da liga seria para quem foi representado pelo Miami, a segunda escolha por quem foi representado pelo Wolves, a terceira por quem foi representado pelo Seattle e assim por diante.


Free Agents:

Ao fim da primeira temporada da Liga Bola Presa de Fantasy, alguns jogadores terão seus contratos reais encerrados, virando Free Agents. Se ele for um Free Agent do tipo irrestrito, será um Free Agent restrito na liga, o que quer dizer que ele irá para leilão mas que o seu antigo time tem a palavra final na hora do leilão, dizendo se quer igualar a oferta ou não.

Caso ele seja Free Agent restrito na NBA acontece o seguinte:
Os FA restritos viram FA na nossa liga apenas se trocarem de time na NBA.Essa opção deixa muita coisa nas mãos da NBA real e podemos sofrer com casos de negociações que demoram meses e acabam só em cima da hora.

Para resolver esse problema de negociações longas, criamos de uma data-limite. A regra seria então assim:

A. Todo FA irrestrito na NBA é FA restrito na liga.
B. Todo FA restrito na NBA fica no seu time da liga se confirmar que fica no seu time da NBA até o dia 10 de julho.
C. Toda FA restrito que mudar de time na NBA vira FA restrito na liga.

Essa regra dá um risco extra de se pegar um jogador FA restrito em uma troca, exige um certo conhecimento da NBA real para saber se ele tende em ficar no seu time ou não.

A partir da offseason de 2011 todo Free Agent restrito na NBA é também restrito no fantasy, independente de extensões ou renovações de contrato.

Durante a offseason iremos montar uma planilha com todos os Free Agents disponíveis para leilão. Depois serão enviados emails para todos dividindo esses jogadores por posição, para dar um lance é só responder o email dizendo o jogador interessado, o valor por ano, o número de anos do contrato e a hora que foi dado o lance. Quando um lance não for coberto por 24 horas o jogador está fora do leilão.

As ofertas devem ser constituídas do valor anual (por temporada) e do número de anos totais do contrato (variando de 1 a 6 anos). Exemplo de oferta: 10 milhões por 6 anos, assim o jogador teria um contrato de 10 milhões por temporada durante 6 anos. Em caso de empate no valor por ano, ganhará o time que ofereceu o contrato mais longo.

No entanto, os times só podem oferecer propostas quando possuem o espaço correspondente no teto salarial. Portanto, para oferecer 20 milhões por ano para LeBron James, um time deverá ter 20 milhões sobrando em sua folha de pagamento. Isso evita times oferecendo contratos que não poderão pagar e exige planejamento das equipes que, para tentar conseguir os melhores Free Agents, terão que maneirar nos gastos e cortar jogadores. Existirá uma data-limite para dispensas antes de começar a temporada de Free Agents.

Para o time que draftou o jogador não ficar sempre na mão, existirão facilidades para o time reassinar seu jogador. Será então mais fácil ele permanecer em sua equipe do que sair, mas isso não será impossível. O time que possuía o jogador terá o desconto na assinatura conforme ementa abaixo, porém o time não pode em hipótese alguma ficar negativo durante o Leilão de Free Agents.

É importante lembrar que um time nunca pode fazer ofertas no leilão de um jogador que acabou de dispensar. Ou seja, se você mandou embora Eddy Curry e seus 10 milhões de salário, não poderá participar em seu leilão que começará com o salário mínimo de $750.000. Para fazer uma oferta para um jogador que você mesmo dispensou você precisará esperar ao menos 5 semanas de temporada regular. Durante a pré temporada, porem, se enquadra em outros casos:
 - Caso seja dispensado entre final da temporada e leilão de free agents, quem dispensou o jogador, fica impossibilitado de dar lances nele durante o leilao.
- Caso seja dispensado entre o leilao de free agents e 4 semanas faltantes para começar a temporada, só poderá recuperar o jogador no leilão da 1a semana. Faltando menos de 4 semanas, passa a valer a regra das 5 semanas.

EMENTA: A partir de offseason 11/12, os contratos passam a ter um tempo minimo de duraçao, de acordo com o valor oferecido. Segue a tabela:Contratos de até 5mi por temporada podem ter qualquer tempo de duraçãoContratos de 5,1 até 8mi devem ter no mínimo dois anos de duraçãoContratos de 8,1 até 10mi devem ter no mínimo 3 anos de duraçãoContratos acima de 10mi devem ter no mínimo 4 anos de duração

EMENTA 2: A partir da offseason 15/16, os lances de donos em seus jogadores restritos, passam a contar no cap disponivel, fazendo com que em qualquer hipótese, um time possa ficar negativo durante o leilão.Porem, lances de donos em seus FAs restritos, ganham um desconto de 15% no salario. Para o campo CAP Disponível da planilha de FA conta o valor com desconto do lance de seu dono, ou seja, se um time dono do Kobe Bryant dá um lance de 10.000.000 (10 mi) o valor do desconto do CAP disponível dele seria de 8.500.000 (8,5 mi). Para algum outro GM cobrir a oferta do dono do jogador, teria que dar um lance superior a 10.000.000. Se algum outro time cobrir a oferta para 10.500.000 (10,5 mi), por exemplo, o dono do Kobe teria a chance de cobrir pagando 8.925.000. Porém o lance dado no email é no mesmo valor sem desconto (10.500.000). O Desconto só é computado no CAP Disponível e no elenco, caso o dono ganhe o leilão do seu jogador.


Free Agents durante a temporada:

Todo time pode mandar propostas pelo seu Free Agent favorito a cada semana. As propostas podem ser feitas desde a quinta-feira até o domingo. No final do domingo a maior proposta leva o jogador. Lembrando que todas as dispensas e trocas necessárias para entrar no leilão devem ser feitas de segunda-feira até quarta-feira as 23:59.

A proposta é única, não é um leilão e deve ser mandada apenas para o comissioner da liga. Ao fim da semana ele irá dizer que time deu a maior proposta e irá ficar com o jogador. Em caso de empate cada time tem direito a mais uma proposta. Os contratos feitos durante a temporada só duram até o fim daquele mesmo ano.

O time que dispensou um jogador só pode voltar a tentar o mesmo jogador como Free Agent após 5 semanas de jogos. Ao contrário dos contratos da offseason, os contratos de Free Agent no meio da temporada só dura até o fim da mesma.


Escalação e pontuação:

Antes de cada semana de jogos o dono da equipe manda, via e-mail, a sua escalação para os seus jogos da semana. Em cada semana serão 2 ou 3 jogos. O time pode mandar uma escalação apenas e usar ela para todas as partidas ou mudar de um jogo para outro, se quiser fazer algum ajuste devido ao time que irá enfrentar.

Se o time não enviar o e-mail indicando a sua escalação, será utilizada a última escalação da semana anterior. Se a equipe tem uma escalação padrão e não quer mudar, não precisa mandar e-mail toda semana, é só mandar uma vez e pronto, não havendo e-mail fica entendido que é a mesma da semana anterior.

As escalações devem ter:

PG
SG
SF
PF
C
Sexto Homem (O sexto homem pode ser de qualquer posição)

Caso um jogador se machuque e seus números sejam comprometidos, o time teve azar e não pode fazer nada a respeito. Mas pode fazer algo para o próximo jogo, então se um jogador se machuca no primeiro jogo da semana mas tem mais dois, será usado um reserva. Por isso cada time terá que ter pelo menos um reserva em cada posição, PG, SG, SF, PF e C. Lembrando que um mesmo jogador pode ser o reserva de duas posições. Se um jogador for listado como PF/C, ele pode ser colocado como reserva de PF e de C . No caso de não haver mais nenhum reserva naquela posição, o time jogará com um jogador a menos.


A pontuação será por categorias. As categorias da liga são:

Pontos
Rebotes
Assistências
Roubos
Tocos
Bolas de 3
Turnovers

Com exceção dos Turnovers, sempre ganha quem fizer mais. A vitória irá para a equipe que vencer mais categorias. Em caso de vitória em 3 categorias para uma equipe, em 3 para outra e um empate na categoria restante, será declarado um empate. Por isso a tabela de classificação terá 3 números, o de vitórias, empates e derrotas: V-E-D.

Em caso de empate na classificação de vitórias, os critérios de desempate são:

- Número de empates
- Confronto direto
- Maior número de vitórias contra os times da mesma divisão
- Maior média na soma de todas as categorias (pontos, rebotes, assistências, roubos, tocos, bolas de 3, e subtraindo os turnovers do total)
- Maior média de Pontos
- Maior média de Rebotes
- Maior média de assistências
- Maior média de Roubos
- Maior média de Tocos
- Maior número de bolas de 3
- Menor média de Turnovers
- Sorteio

Os números reais que servirão para contar na liga serão os primeiros de cada semana. Então, para o primeiro jogo da Liga de Fantasy, servirão os primeiros jogos que cada jogador fizer naquela semana, começando cada semana na Segunda-Feira. Se um jogador disputar 4 partidas em uma semana e a liga tiver apenas 3 jogos marcados, o quarto jogo real será ignorado pela liga.
Ementa: Semanas em que os jogadores disputam menos jogos na NBA do que existentes na liga:
-> Para completar a semana, é usado os jogos da semana subsequente. Ao finalizar a semana que passou, o jogo posterior dá inicio a semana corrente. Exemplo: Semana 22, com 3 jogos na Liga, e jogador tem apenas 2 na NBA. O 1o jogo dele na semana 23, vale para o jogo 3 da semana 22. O 2o jogo dele na semana 23, vale para jogo 1 da semana 23.
-> Para jogadores NAO ESCALADOS em que seus times jogaram menos jogos do que deveriam, segue a ordem normal.

JAMAIS O MESMO JOGO DA NBA será valido para duas partidas do mesmo jogador, caso ele esteja entre os 12 escalados.

Os números levados em consideração serão os divulgados pelo site www.nba.com

Playoffs:
Os playoffs serão disputados durante o período da temporada regular da NBA real. Isso para que todos os jogadores ainda estejam na ativa. Serão classificados 8 times de cada conferência e então seguem os encontros.

Primeira rodada - Melhor de 5 jogos
A: Primeiro x Oitavo
B: Quarto x Quinto
C: Segundo x Sétimo
D: Terceiro x Sexto

Segunda Rodada - Melhor de 5 jogos
1: Vencedor de A x Vencedor de B
2: Vencedor de C x Vencedor de D

Final de Conferência - Melhor de 5
Vencedor de 1 x Vencedor de 2

Na outra conferência irá se realizar a mesma coisa até chegar a um vencedor. Os dois vencedores de conferência se enfrentam em uma final que também será em melhor de 5 jogos.

Em caso de empate nos playoffs, leva a vitória o time que teve a melhor marca durante a temporada regular.

As séries de playoff não são divididas por semana, então os 5 jogos da série são os 5 primeiros jogos de cada jogador partindo do dia do início dos playoffs, que será divulgado junto com o calendário. Uma rodada só começa quando a rodada anterior for completamente encerrada.

Regra das Multas
Cada jogador dispensado poderá implicar em uma multa para o seu time dependendo do seu salário anual. A regra vale para jogadores dispensados em qualquer época do ano, durante a temporada regular ou offseason.

De 0 a 2 milhões de dólares por ano - A dispensa acontece sem multa

De 2,001 a 5 milhões de dólares por ano - 10% do salário em multa

5,001 a 7 milhões de dólares por ano - 15% do salário em multa

7,001 a 10 milhões de dólares por ano - 20% do salário em multa

acima de 10 milhões de dólares por ano - 25% do salário em multa

Todo jogador dispensado gera uma multa que irá durar na folha salarial até o fim do salário do jogador. Um contrato que duraria mais três anos tem uma multa por três anos.





Mudanças de Posiçao:

Ao inicio de cada temporada, é feito um periodo para trocas de posiçoes dos jogadores, adicionando uma posiçao de combo ou trocando um das duas posiçoes de alguem que já é combo, seguindo as regras abaixo.

A partir de 2017, a mudança de posição não será mais por votação. De agora em diante, a Liga Bola Presa de Fantasy utilizará os dados individuais de cada atleta na sessão "Play-By-Play" do Basketball Reference (http://www.basketball-reference.com/).

O direito a mudança de posição será concedido ao jogador que tenha pelo menos 30 jogos na temporada e 10 minutos por jogo em quadra. Para jogadores no primeiro ano de Liga: 60% de participação na nova posição na temporada. Para jogadores com 2 (dois) anos ou mais: 30% de participação na nova posição, nas duas últimas temporadas disputadas. Importante salientar que não contam somatórios: são necessários 30% em cada uma separadamente.

Free agents irrestritos no leilão de off season e no leilão de meio de temporada serão avaliados segundo as mesmas regras (ou seja, todo jogador dispensado terá sua posição reavaliada segundo nova regra). A diferença é que combos que não atingirem o mínimo perderão a posição não atingida.


Bônus:
Qualquer regra pode ser mudada a qualquer momento depois de uma discussão sobre o assunto entre os participantes da Liga.

Um comentário:

Anônimo disse...

como eu faço pra participar do fantasy?